Sábado, 04 de Dezembro de 2021
65 99680-8810
Geral NOTA ZERO

Alunos do Presidente Médici protestam por direito de chegar atrasados na aula

Gestão atual da unidade decidiu que aluno não pode entrar na escola depois das 7h. Atitude gerou revolta.

25/11/2021 16h34 Atualizada há 1 semana
Por: Redação Fonte: JOÃO AGUIAR DA REDAÇÃO REPORTER MT
Reprodução
Reprodução

Pelo menos 200 alunos realizaram protesto na manhã desta quinta-feira (25) na frente da Escola Estadual Presidente Médici, localizado no bairro Araés, em Cuiabá, pelo direito de “chegar atrasado” na escola.

O horário de início das aulas é às 7h e o tempo de tolerância era de 15 minutos. Porém, a gestão atual da unidade decidiu que nenhum aluno poderia entrar na escola depois das 7h.

 

 

A atitude gerou revolta dos alunos, que protestaram com vários cartazes.

 

 

“E as alunas que moram longe??? Tolerância no horário já!!!”, dizia um dos cartazes.

 

 

Leia também

 

 

Estado anuncia retorno de 100% das aulas presenciais

A vereadora Edna Sampaio (PT) esteve na escola e conversou com alunos, professores e a direção da unidade de ensino.

Em nota, a Secretaria Estadual de Educação (Seduc) afirmou que é dever do aluno manter assiduidade e pontualidade de início das aulas.

Confira a nota completa:

"A secretaria de Estado de educação (Seduc-MT), por meio da Superintendência de Relacionamento Escolar e Direção Escolar, informa que horário de entrada nas unidades escolares da rede estadual é às 07h, com tempo de tolerância de 15 minutos. Caso os estudantes passem desse horário, obrigatoriamente, ocorre a notificação do atraso às famílias, conforme consta no Regimento Interno da Escola Estadual Presidente Médici.

A Seduc observa que é um dever do aluno manter assiduidade e pontu

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.