Sábado, 04 de Dezembro de 2021
65 99680-8810
Geral Avião bimotor cai

Avião bimotor cai em alto-mar em Ubatuba, no litoral norte de SP

Corpo de Bombeiros recebeu chamado sobre o desaparecimento da aeronave e depois confirmou a queda. Três estavam a bordo

25/11/2021 11h17
Por: Redação Fonte: Com a colaboração de Gabriella Justo, da Record TV AVIÃO
Avião caiu no mar do litoral norte REPRODUÇÃO
Avião caiu no mar do litoral norte REPRODUÇÃO

O Corpo de Bombeiros realiza buscas, na manhã desta quinta-feira (25), a um avião bimotor que caiu na divisa entre os estados de São Paulo e Rio de Janeiro, entre as regiões de Ubatuba e Paraty. A aeronave tinha três pessoas a bordo no momento do acidente.De acordo com a corporação, houve um chamado sobre uma possível queda de uma aeronave entre os municípios de Ubatuba, no litoral norte paulista, e Paraty, localizado no estado fluminense.O Grupamento de Bombeiros Marítimo de Ubatuba atendeu à ocorrência e encaminhou uma embarcação com cerca de quatro tripulantes para realizar as buscas na área informada. O Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, acionado às 23h46 desta quarta-feira (24), também presta apoio na procura da aeronave e das possíveis vítimas.

 
Copiloto da aeronave que caiu em Ubatuba (SP)
 

Copiloto da aeronave que caiu em Ubatuba (SP)

REPRODUÇÃO REDES SOCIAIS

Em publicação numa rede social feita por Mylena Oliveira, a jovem se identifica como prima do piloto do suposto avião envolvido na queda.

Segundo o post, a aeronave, de prefixo PP-WRS, com três pessoas, precisou realizar um pouso forçado sobre a água na região de Paraty por volta das 20h30 desta quarta-feira (24). A família estaria sem notícias do piloto desde as 21h.A namorada do piloto também informou que a aeronave decolou às 20h20 de São Paulo em direção ao aeroporto de Jacarepaguá. Segundo ela, o avião teria perdido o motor e precisado fazer um pouso forçado no mar entre Paraty e Trindade às 21h.

De acordo com a Anac, a aeronave de modelo PA-34-220T, série 34-8133079, pertence ao piloto José Porfírio de Brito Junior.Não é possível afirmar se o dono estava presente no momento do acidente. Segundo a Agência, o bimotor está com operação negada para táxi aéreo mas em situação regular para aeronavegabilidade.Por meio de nota, o Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro afirmou que a ação de resgate às possíveis vítimas está sendo realizada pelo Centro de Coordenação de Salvamento Aeronáutico, o Salvaero. 

 

 
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.