Quarta, 26 de Janeiro de 2022
65 99680-8810
Política Comissão

Comissão define nomes para analisar processo que pode cassar Cattani e Ulysses na Assembleia

Segundo publicação da Comissão de Ética, o deputado que irá analisar os processos é Paulo Araújo

28/10/2021 10h34
Por: Redação Fonte: hiper Noticias
Reprodução
Reprodução

A Comissão de Ética da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) definiu os nomes que vão analisar duas denúncias que podem resultar na cassação dos deputados Gilberto Cattani (PSL) e Ulysses Moraes (PSL). Eles foram alvos de representação da seccional mato-grossense da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e do deputado Wilson Santos (PSDB), respectivamente.

No caso de Gilberto Cattani, a denúncia leva em consideração um suposto ato de homofobia cometido pelo parlamentar ao publicar nas redes sociais a frase: "Ser homofóbico é uma escolha. Ser gay também". No pedido à Comissão de Ética, a OAB argumentou que homofobia é crime equiparado ao racismo. O pedido foi protocolado em maio deste ano.

Já Ulysses Moraes foi denunciado pela propagação de fake news contra o colega de parlamento, Wilson Santos. Segundo o tucano, Ulysses usou um vídeo editado e fora de contexto para espalhar notícias falsas sobre ele. O vídeo envolvia a votação do projeto que alterou o Fundo Estadual de Equilíbrio Fiscal de Mato Grosso (FEEF), defendido por Wilson.

Segundo publicação da Comissão de Ética, o deputado que irá analisar os processos é Paulo Araújo, do PP. Como deputado-corregedor-substituto, a Comissão escolheu Luis Amilton Gimenez (PV). Paulo Araújo terá o prazo de cinco sessões ordinárias para que apresente o  parecer fundamentado sobre a representação ou o arquivamento do feito.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.