Domingo, 05 de Dezembro de 2021
65 99680-8810
Polícia Mulher se mija

Mulher se mija toda, defeca e ainda tem cabelo cortado durante surra aplicada por populares após fazer arrastão

Dois mercadinhos e um morador da área já tinham sido assaltados por Luane e seus comparsas quando foi iniciada a perseguição pelo grupo de moradores depois que uma das vítimas gritou pedindo socorro.

19/10/2021 07h14
Por: Redação Fonte: PORTAL DO ZACARIAS
Reprodução
Reprodução

A ladra identificada como Luane Caldas de Souza, 21, foi espancada e teve os cabelos picotados pelos moradores da Rua Guanabara na Comunidade do Novo Reino 2, bairro do Tancredo Neves, Zona Leste de Manaus.


De acordo com os policiais militares que atenderam a ocorrência, a ladra e dois comparsas estavam fazendo um arrastão usando uma motocicleta roubada como meio de transporte.


Dois mercadinhos e um morador da área já tinham sido assaltados por Luane e seus comparsas quando foi iniciada a perseguição pelo grupo de moradores depois que uma das vítimas gritou pedindo socorro.

Os dois comparsas da ladra, que foram considerados perigosos, mas ao mesmo tempo bastante covardes, fugiram correndo, deixaram Luane para trás e ela acabou apanhando sozinha dos moradores.

 

Policial militar mandou a mulher se virar e confrmou que ela

estava mijada e também havia defecado na calça

  

Cabelos da ladra eram longos e foram picotados e jogados aos

seus pés por populares como forma de castigo 

 

A mulher assaltante apanhou tanto que em dado momento ela se “mijou” toda e pelo odor que sentiam os moradores disseram que ela também defecou na calça jeans que usava no momento da agressão popular.


O pior de tudo ficou para os policiais militares da 14ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom) que atenderam a ocorrência e tiveram que dar voz de prisão e transportar a ladra bastante catingosa no xadrez da viatura.


Segundo informações os policiais não aguentaram tanto fedor e na metade da viagem, a caminho da delegacia, tiveram que parar em um lava jato para um banho de emergência na ladra e na viatura.

 

Sem outra alternativa os policiais tiveram que trancafiar

a mulher catingosa no xadrez da viatura (Fotos: Divulgação)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.